Convênios Nacionais e Internacionais

O NPGA, por intermédio dos seus professores, mantém com instituições congêneres nacionais profícuas relações de cooperação acadêmica, destacando-se no triênio 2013, 2014 e 2015 as seguintes parcerias formalizadas por meio de convênios e termos de cooperação.

Principais Intercâmbios Nacionais:

a) Parceria com INSPER (SP) – no bojo dessa parceria desde 2009 e finalizada em dezembro de 2014 foi desenvolvido o Projeto de Aperfeiçoamento e Disseminação de Práticas de Ensino em Administração, que integra o Programa Pró-Administração (PróADM) financiado pela CAPES, coordenado pelo Prof. Sandro Cabral (NPGA) e pelo Prof. Sergio Lazzarini (INSPER). Os objetivos do projeto são: desenvolver material didático para o ensino de Administração, que possibilitem práticas pedagógicas inovadoras na pós-graduação; estimular o ensino a distância por meio do compartilhamento dos conteúdos desenvolvidos entre as instituições parceiras; e reforçar as competências do INSPER na área de administração pública e social e do NPGA em áreas instrumentais da administração empresarial.
 
Desde então foram elaborados seis casos de ensino por professores e alunos das instituições parceiras e diversas atividades já mencionadas em relatórios anteriores. Em 2014, foi dado continuidade ao intercâmbio de professores nos âmbitos de ensino e pesquisa. Foram realizadas oficinas e palestras na UFBA com professores do INSPER. Ainda em 2014, foi realizado o Seminário Pró-Adm CAPES UFBA/INSPER: Segunda Oficina de Casos de Ensino, sob o comando dos Professores Charles Kirschbaum, Henrique Barros (ambos do INSPER), Ariádne Rigo, Celio Andrade, Elizabeth Loiola, Roberto Brazileiro e Sandro Cabral (estes últimos da UFBA). Mais de 80 alunos entre graduação, mestrado e doutorado foram envolvidos.
 
Por fim, destaca-se como produção do projeto, artigo sobre o tema de investimentos de impacto envolvendo os professores Sandro Cabral (UFBA), Luciana Ferreira, Leandro Pongeluppe e Sergio Lazzarini (Insper). Tal artigo substituiu os dois casos de ensino inicialmente planejados. O trabalho foi apresentado na Academy of Managemenet 2014 e foi submetido em janeiro de 2015 ao Journal of Management Studies. Outro caso de ensino fruto desta parceria intitulado: “Retalhos, Linhas e Agulhas: Compreendendo o Tecido Organizacional e os Desafios de uma Cooperativa de Costureiras” de autoria de Ariádne Rigo, Leidimar Cândida dos Santos (ambas da UFBA) e Luciana Carvalho de Mesquita Ferreira (Insper) foi publicado em periódico nacional em 2015.
 
b) Parceria com o Instituto de Estudos Sociais e Políticos (IESP), da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) para a consolidação do Laboratório de Análise Política Mundial (LABMUNDO) uma iniciativa interdisciplinar de pesquisa e ensino lançada pelo NPGA em março de 2006. Durante seus primeiros anos, o LABMUNDO funcionou exclusivamente no NPGA. Hoje, ele conta com duas antenas que, de modo conjunto e em parceria, asseguram a participação de pesquisadores de diferentes departamentos e centros universitários do Brasil e do exterior: a antena de Salvador, na UFBA, e a do Rio de Janeiro, no IESP/UERJ. Seus pesquisadores – professores, doutores, mestres e estudantes de graduação e pós-graduação – atuam em três linhas de pesquisa distintas do LABMUNDO, porém integradas, com o objetivo central de compreender e analisar a ordem mundial contemporânea a partir das grandes transformações sociais, econômicas, políticas e culturais que marcam a chamada Terceira Revolução Industrial e a globalização desde os anos 1970 na transição para o século XXI.
 
A organização da produção científica via redes dinâmicas, a compreensão das totalidades abrangentes do sistema-mundo contemporâneo e seus efeitos na sociedade brasileira, na política externa, na realidade dos estados-federados (particularmente Bahia e Rio de Janeiro) – bem como o olhar comparativo sobre a ascendência econômica e política de outros países do Sul e da periferia – são as marcas essenciais dessa frente inovadora no campo das relações internacionais.
 
A antena Salvador do LABMUNDO é coordenada pela professora Elsa Sousa Kraychete e reúne mais três professores permanentes do NPGA – José Célio Andrade, Maria Teresa Ribeiro e Ruthy Laniado, e 14 estudantes dos cursos de mestrado e doutorado do NPGA.
Integram o LABMUNDO, na qualidade de pesquisadores associados, professores vinculados à UFRJ, Universidade de Colima (México), Universidade de Córdoba (Argentina) e Universidade Complutense de Madri (Espanha).
 
Em 2015, no âmbito do LABMUNDO – Antena Salvador foram desenvolvidas, dentre outras, as seguintes atividades acadêmicas:
 
- Participação de professores e alunos nas conferências: “Cooperação Sul-Sul e Políticas de Desenvolvimento para a América Latina” em Quito-Equador, “Direito Internacional e os Objetivos de Desenvolvimento do Milenio da ONU” em Salvador-Bahia, “IX Encontro da Associação Brasileira de Ciência Política” em Brasília – DF.
 
Convém destacar a participação do Prof. Celio Andrade, na COP 21 – Conferência das Partes para o Protocolo de Kyoto, realizada em dezembro de 2015 em Paris como representante da UFBA na delegação brasileira que negociou a renovação do protocolo de Kyoto para mitigação das mudanças climáticas globais dentro da Convenção Quadro da ONU.
 
Convém salientar que em 2015, não foi realizada, em Salvador-Bahia, da “IV SEBARI - Semana Baiana de Relações Internacionais”, com estava prevista em função de restrições orçamentárias da CAPES e CNPq.
 
c) Parceria com a Universidade Católica de Salvador (UCSAL) e com o Instituto Federal de Educação Tecnológica da Bahia (IFBA) – criação e manutenção do OBSERVA – Observatório de Políticas Públicas, coordenado pela professora Vera Lúcia Peixoto Mendes, do NPGA. Desde 2005, reúne pesquisadores das instituições parceiras com os objetivos de avaliar, ampliar e difundir conhecimentos sobre políticas públicas adotadas em três áreas setoriais: educação profissional, saúde e saneamento; incentivar pesquisas relacionadas à análise de políticas públicas e estimular o uso compartilhado dos resultados das investigações realizadas, a fim de buscar alternativas que possam contribuir para a redução da pobreza e das desigualdades sociais. A parceria conta com o apoio da FAPESB visa capacitar as lideranças para atuar no controle social da implementação das políticas públicas nas áreas de educação profissional, saneamento básico e saúde no município de Vera Cruz, na Ilha de Itaparica, contribuindo para a redução da pobreza e das desigualdades. Em 2014, foi realizada uma oficina sobre Saúde e Cidadania que capacitou 39 líderes comunitários e representantes de associações locais no município. A parceria com a UCSAL e IFBA continua. Em 2015 foi desenvolvido um mutirão de saúde e cidadania em parceria com a associação blue Island, atendendo 160 pessoas em situação de pobreza.
 
d) Parceria com o Programa de Pós-Graduação em Contabilidade (PPGCONT) da UFBA – esta parceria inaugurada em 2011 tem resultado em ações de cooperação acadêmica para a realização de atividades de ensino, pesquisa, co-orientação e co-autorias em várias publicações científicas. Em 2014, de forma conjunta, o PPGCONT, o NPGA assinaram um protocolo de cooperação com o IPL – Instituto Politecnico de Leiria – Portugal, representado pelas Professoras Teresa Eugenio e Maria Eduarda Fernandes, ambas do IPL. Como fruto dessa cooperação internacional, professores do IPL vem participando de bancas de defesas de tese e dissertações via vídeo-conferencia.
 
Fruto dessa parceria, foi realizado em 2015, em conjunto com a USP e a UNB, a IV Conferência Internacional de Contabilidade Ambiental (IV Centre for Social and Environmental Accounting Research South America - IV CSEAR South America) realizada nas instalações da UFBA, Salvador, entre 29 e 30 de junho 2015.
 
e) Parceria com a FINEP e Ministério do Turismo no âmbito do projeto "ECOSOLTUR: Metodologia de incubação de empreendimentos econômicos solidários na cadeia produtiva do turismo" - Encomenda vertical FINEP/MTur à Incubadora Tecnológica de Economia Solidária e Gestão do Desenvolvimento Territorial (ITES/EAUFBA) coordenada pelo professor Genauto Carvalho de França Filho. As ações no âmbito desta parceria se desenvolvem em dois grandes eixos: a) mapeamento e diagnóstico da atividade do turismo no município de Vera Cruz (BA) localizado na Ilha de Itaparica. O Inventário Turístico do município, fruto deste diagnóstico, orientará a prefeitura municipal e as comunidades costeiras a planejarem ações voltadas para o turismo comunitário local. O segundo eixo diz respeito à sistematização da metodologia de incubação da ITES/EAUFBA para capacitação de outras incubadoras no Brasil indicadas pela FINEP. Em 2015 o projeto foi finalizado, sendo alguns produtos tecnológicos foram gerados, tais como:
 
- Relatório de Pesquisa-Diagnóstico sobre a cadeia produtiva do turismo no município de Vera Cruz, Bahia.
- Guia Metodológico em Incubação de Empreendimentos Econômicos Solidários (EES).
- Instrumento de auto-avaliação reflexiva sobre a sustentabilidade de EES
- Matriz de Avaliação da Sustentabilidade de EES com base na utilidade social.
 
f) Parceria com a Concessionária Litoral Norte (CLN) que administra a 183 km da BA-099 (rodovia que liga o município de Lauro de Freitas, na Grande Salvador, à divisa da Bahia com Sergipe) através do projeto “Banco Comunitário de Desenvolvimento: fortalecendo uma rede de economia solidária na costa dos coqueiros" elaborado pela Incubadora Tecnológica de Economia Solidária e Gestão do Desenvolvimento Territorial (ITES/EAUFBA) coordenada pelo professor Genauto Carvalho de França Filho. As ações deste projeto foram finalizadas em 2014 com a inauguração do Banco Comunitário Abrantes Solidário e da moeda social Abrantes. Em 2015 novo projeto foi aprovado para a consolidação das ações do referido banco.
 
g) Parceria com o Ministério do Trabalho e Emprego /Secretaria Nacional de Economia Solidária e Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte do Estado da Bahia – constituir a Rede Baiana de Bancos Comunitários de Desenvolvimento (BCDs) para consolidação das experiências em curso através de geração, sistematização e difusão de conhecimento na forma de tecnologia social voltada para o fortalecimento da gestão de tais empreendimentos, é o objetivo dessa parceria articulada pela Incubadora Tecnológica de Economia Solidária e Gestão do Desenvolvimento Territorial (ITES/NPGA/EA-UFBA), coordenada pelo professor Genauto Carvalho de França Filho.
 
Atualmente a Rede conta a integração de sete BCDs: Ilhamar (Vera Cruz/BA), Casa do Sol (Cairu/BA), Eco-Luzia (Simões Filho/BA), Fonte de Água Fresca (Ouriçangas), Cidadania Quilombola (Vale do Iguape) e BAMEX (Salvador), cujos representantes integram a coordenação da Rede. Também fazem parte dessa coordenação representantes da ITES/UFBA. Como um dos frutos das discussões promovidas durante o desenvolvimento do projeto, estruturou-se a Carta de Matarandiba, redigida no durante encontro realizado em 2012, que define as diretrizes para atuação dos BCDs. Em 2014 este projeto foi finalizado com a criação da rede. No entanto, as ações da rede baiana de bancos comunitários permanecem ativas no estado.
 
h) Parceria com a DOW QUIMÍCA - trata-se uma iniciativa da Incubadora Tecnológica de Economia Solidária e Gestão do Desenvolvimento Territorial (ITES/NPGA/EA-UFBA), coordenada pelo professor Genauto Carvalho de França Filho, que tem por objetivo promover o desenvolvimento local sustentável da Vila de Matarandiba através da geração de trabalho e renda, tendo como base a criação de empreendimentos coletivos solidários voltados para a produção, consumo e gestão de serviços públicos locais, na perspectiva de institucionalização de uma rede de economia solidária.  A comunidade de Matarandiba está localizada no município de Vera Cruz/BA, na Ilha de Itaparica.  A parceria teve início em 2007 e, desde então articulou a rede de economia solidária de Matarandiba composta  pela Associação Comunitária de Matarandiba, Cineclube Cinemar, Rádio Comunitária,  Associação Sociocultural de Matarandiba,  Infocentro Comunitário,  Banco Comunitário de Desenvolvimento Ilhamar, Fórum de Desenvolvimento Comunitário, Grupo de Produção Agroecológica de Alimentos, Grupo de Ostreicultura Familiar, Ponto de Leitura, Mercearia e Padaria Comunitária, os dois últimos em fase de implantação. Este processo de incubação constitui-se atualmente como uma experiência de reorganização associativa e apoio em diversas frentes de ação para criação de empreendimentos, enfatizando-se sua capacidade de gestão e uma forma renovada de avaliação da sustentabilidade que leva em conta a utilidade social de tais iniciativas em seu território. Ao longo do tempo outros apoiadores foram se agregando ao projeto como a Secretaria de Cultura do Estado da Bahia. Entre 2014 e 2015 foi criada a padaria comunitária e os empreendimentos ViverTur (agência comunitária de turismo local) e rádio comunitária forma consolidados.
 
i) Parceria com o Ministério do Trabalho e Emprego/Secretaria Nacional de Economia Solidária – iniciada em 2010, com o objetivo de apoiar o Projeto Bancos Comunitários de Desenvolvimento Sustentável da Região Nordeste – BCDs/NE, desenvolvido no âmbito da Incubadora Tecnológica de Economia Solidária e Gestão do Desenvolvimento Territorial (ITES/NPGA/EA-UFBA), coordenado pelo professor Genauto Carvalho de França Filho. O projeto visava o fortalecimento de 26 BCDs que integram a Rede e a criação de seis novos nos estados da Região Nordeste. A mesma parceria foi fortalecida em 2014 por meio do financiamento de um novo projeto - BCDs em Rede - que visou criar mais 10 BCDs e fortalecer outros 20 BCDs existentes. Em 2015 o projeto foi executado e implementado.
 
j) Parceria com Universidade Federal de Sergipe (UFS). Em 2014 foi aprovado pela CAPES a proposta para um programa DINTER entre NPGA UFBA e a UFS. Com início no segundo semestre de 2015, o programa formará 16 doutores do quadro docente da UFS, contribuindo de forma decisiva para o desenvolvimento do Estado do Sergipe e do Nordeste Brasileiro.
 
O NPGA, por intermédio dos seus professores, mantém com instituições congêneres estrangeiras profícuas relações de cooperação acadêmica, destacando-se no triênio 2013, 2014 e 2015 as seguintes parcerias internacionais:

Principais Parcerias Internacionais:

a) Parceria Darden School of Business/University of Virginia – No âmbito dessa parceria desenvolve-se o Programa de Formação Estudante-Consultor. Trata-se de uma experiência inovadora de formação profissional em Administração, na qual os estudantes do MBA de Darden School of Business, em viagem de estudo a países estrangeiros têm a oportunidade de complementar o seu processo formativo em consultoria organizacional, mediante práticas-vivenciais em ambientes de trabalho distinto da cultura empresarial de origem.
 
O propósito dessa metodologia de formação profissional em consultoria organizacional é possibilitar que os estudantes concluam sua formação como global managers. No âmbito desse programa, seguindo o realizado em 2013, o NPGA-EAUFBA recepcionou em 2014 estudantes daquela universidade americana para o desenvolvimento de atividades de consultoria organizacional em instituições parceiras do Programa: Secretaria Estadual Para Assuntos da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014 – SECOPA, PETROBRAS Biodiesel, SEBRAE – Bahia e Correio da Bahia, orientados por professores da Darden School of Business e do NPGA/EAUFBA. Em 2014, os professores envolvidos foram Genauto Carvalho de França Filho, Elizabeth Matos e Francisco Teixeira, do NPGA; Horácio Hastenreiter, do NPGA/MPA. Em 2015, houve aprofundamento das ações com atividades em campo onde foi realizada uma oficina de gestão de conflitos em Matarandiba, no âmbito de um dos projetos de desenvolvimento local da ITES/EAUFBA.
 
b) Convênio com a Organização Panamericana de Saúde (OPAS) - este convênio possibilita a inserção do NPGA como instância coordenadora da Rede de Inovação e Aprendizagem em Gestão Hospitalar - Rede InovarH/secção Bahia, responsável pela articulação institucional de ações que aproximem os serviços (hospitais, centros de referência, secretarias municipais de saúde, Diretorias Regionais de Saúde – DIRES), Organizações Públicas (Secretaria de  Saúde do Estado da Bahia, Ministério da Saúde, OPAS, UFBA)  e sociedade civil organizada (Conselho de Secretários Municipais de Saúde (COSEMS, Comissão Intergestores Bipartite - CIB), com o objetivo de unir esforços para melhorar a gestão dos serviços de saúde. Atualmente a Rede InovarH/Bahia reúne 46 hospitais públicos e filantrópicos que integram a rede de serviços do SUS na Bahia. A missão da Rede InovarH é apoiar o desenvolvimento e a difusão de práticas inovadoras e a aprendizagem em organizações hospitalares, fortalecendo os vínculos necessários à melhoria contínua da qualidade e a adoção de boas práticas de gestão nos serviços de saúde. Importante destacar o desenvolvimento de competências e habilidades para o gerenciamento de organizações de saúde bem como intercambiar experiências com iniciativas similares nas demais unidades da Federação e em países da América Latina. As atividades relacionadas com o desenvolvimento de competências têm merecido destaque com a oferta de cursos de capacitação nas modalidades presencial e a distância nas áreas de planejamento, administração e logística hospitalar.
 
c) Parceria com a Universidade Politécnica de Madrid – estabeleceu-se desde 2010 mediante a cooperação do Grupo de Pesquisa em Governança Ambiental Global e Mercado de Carbono (GAG-MC), do NPGA com o Grupo de Cooperación en Organización, Calidad y Médio Ambiente (GCOMA), da Universidade Politécnica de Madrid, mediante a inserção do Professor José Célio Silveira Andrade, líder do GAG/MC e atual coordenador do NPGA, como pesquisador associado do GCOMA. Essa parceria produziu um termo de cooperação, válido por cinco anos, entre a UFBA e a UPM e o desenvolvimento das seguintes pesquisas: “Investigación em Modelos de Proyectos MDL a ser Implementados em Empresas Brasilenas para Mejorar su Contribuición al Desarrollo Humano”, concluída em 2012, e “Contribuiciones de las Tecnologias Sociales Aplicadas al Desarrollo Humano e Mitigación y Adaptación de los Efectos del Cambio Climático”, concluída em 2013. Ambas as pesquisas tiveram como coordenadores, os professores Julio Lumbreras, pela UPM e Celio Andrade pela UFBA.  Vários estudantes dos cursos de mestrado e doutorado do NPGA, vinculados ao GAC-MC, participaram dessas pesquisas, o que resultou em teses e dissertações, sendo uma dissertação e uma tese defendidas na UPM em regime de co-orientação. Outros produtos relevantes dessa cooperação foram a publicação em 2015 de artigos científicos em co-autoria com pesquisadores da UPM em periódicos internacionais e nacionais;
 
e) Parceria com Universidade Agostinho Neto (Luanda/Angola) - Essa parceria está apoiada em Protocolo de Cooperação assinado entre a UFBA e a Universidade Agostinho Neto (UAN), maior instituição de ensino superior de Angola. Nos termos do Protocolo, a UFBA, por intermédio do NPGA, do Programa de Pós-Graduação em Contabilidade (PPG – CONT) e do PPG - Economia, apoia a consolidação de quatro cursos de mestrado oferecidos pela UAN: mestrado em economia e meio-ambiente; mestrado em economia do desenvolvimento; mestrado em gestão e finanças; e gestão hospitalar. O apoio envolve a cessão de professores vinculados aos citados programas de pós-graduação da UFBA para ministrar disciplinas e orientar dissertações, além de disseminar a experiência em gestão de cursos de pós-graduação, como uma forma de contribuir para a nucleação de um centro de formação de recursos humanos e de pesquisa num país africano que integra a comunidade de língua portuguesa. Em 2014, os seguintes professores do PPG/NPGA UFBA estiveram envolvidos com atividades de docência e orientação de alunos da UAN:  Adriano Leal Bruni; Genauto Carvalho de França Filho; José Célio Silveira Andrade; Sandro Cabral; Diva Ester Okazaki Rowe; Vera Lúcia Peixoto Santos Mendes, Horácio Nelson Hastenreiter Filho e Roberto Brazileiro da Paixão, sendo os dois últimos do MPA-NPGA. Em 2015, apenas 4 professores estiveram envolvidos em disciplinas e, para 2016, a UFBA vem trabalhando na revisão e restabelecimento da parceria.
 
f) Convênio de Cooperação Científica Internacional com o Institut d’études Politiques de Paris (SciencesPo) – o NPGA, por intermédio da Incubadora Tecnológica de Economia Solidária e Gestão do Desenvolvimento Territorial (ITES), coordenado pelo professor Genauto Carvalho de França Filho, mantem relações de cooperação acadêmica com o SciencesPo que, dentre outras atividades, compreende intercâmbio de alunos, professores e pesquisadores.
 
g) Parceria de Intercâmbio com a Universidade George Mason –Virgínia/EUA. Dando continuidade a parceria entre UFBA e a Escola de Análise e Resolução de Conflitos (S-CAR) da Universidade George Mason (Virgínia – EUA) em 3 e 4 de novembro de 2014 foi realizado nas dependências da EAUFBA, a primeira conferência internacional sobre Análise e Realização de Conflitos, envolvendo professores da George Mason (Sandra Cheldelin; Kevin Avruch, Solon Simmons, Artur Romano, Patricia Maulden) e do PPG/NPGA UFBA (Elisabeth Matos, Reginaldo Souza Santos, Francisco Teixeira, Sandro Cabral, Genauto França Filho e Tânia Fischer). O evento de dois dias teve ampla presença da comunidade da UFBA e representantes do primeiro e segundo escalão da Prefeitura Municipal de Salvador e Governo do Estado da Bahia. Em 2015 foi formalizado memorando de entendimento entre a UFBA, através da Escola de Administração, com a George Mason University, através da School for Conflict Analysis & Resolution -S-CAR. Cabe destacar ainda a visita de um grupo de estudantes da S-CAR, liderados pela professora  Karyna Korostelina, PhD, pela professora Elisabeth Matos e pelo professor Francisco Teixeira, realizado em 12 de dezembro de 2015 que contou com o apoio de dois alunos de mestrado da EAUFBA. Um deles do Mestrado Multidisciplinar e Profissionalizante em Desenvolvimento e Gestão Social e outro do Mestrado Acadêmico do NPGA.
 
h) Parceria com a Universidade Técnica de Lisboa (UTL) e a Universidade de Trás os Montes e Alto Douro (UTMAD), em Portugal. Essa parceria se concretiza por intermédio do Grupo de Pesquisa em Administração Política, liderado pelo professor Reginaldo Souza Santos, permanente do NPGA. Amparado por essa cooperação são realizados eventos científicos no Brasil, mobilidade acadêmica de professores e estudante, inclusive com o NPGA abrigando dois estudantes de doutorado da UTMAD, em regime de co-tutela, com a orientação compartilhada pelos Professores Reginaldo Souza Santos e Vítor Lélio Silva Braga, da citada universidade portuguesa.
 
i) Ècole de Management Leonard de Vinci (EMLV), Paris, França. Em 2014 foi firmado o acordo entre UFBA e tal instituição francesa, visando o intercâmbio acadêmico entre ambas as instituições. Como produtos da parceria, tem-se um capítulo realizado pelo Prof. Sandro Cabral (UFBA) no livro editado pelos Professores Marcos Lima e Thierry Fabiani (já mencionado anteriormente). Em janeiro de 2015, o Professor Sandro Cabral ministrou um curso de 20 horas para alunos de graduação da EMLV com despesas pagas pela instituição francesa. Relativa a esta mesma parceria, o referido professor foi convidado e proferiu palestra pelo INSEAD Singapura e pela National University of Singapore num evento de Parcerias Público Privadas.
 
j) Parceria com a Universidad Autonoma de Tamaulipas, México, para cooperação técnico-cientifica e formalização DE LA RED INTERNACIONAL DE INVESTIGACIÓN Y DOCENCIA EN DESARROLLO REGIONAL Y POLÍTICAS PÚBLICAS. Esta parceria foi formalizada por meio de um memorando de entendimento entre a UFBA, através da Escola de Administração, prevendo o intercâmbio entre alunos e professores de ambas universidades. Em 2015 o NPGA recebeu dois mestrandos provenientes desta universidade.
 
l) Foi iniciada a Rede de Inovação Ponto de Gestão MROSC: Construindo Modelo de Articulação entre Organizações da Sociedade Civil, Universidade e Estado. Projeto aprovado no Edital PROEXT 2016 no ano de 2015 e que implicará na celebração de convenio de Cooperação entre a UFBA-PROEXT e o MEC. Dentre os integrantes da rede, encontram-se Abong Bahia, Plataforma Marco Regulatório de OSCs, Cáritas Brasileira, CLAI-Conselho Latino americano de Igrejas/Regional Brasil, SERIN – Secretaria de Relações Institucionais do governo da Bahia, Germen-BA – Organização não governamental dedicada à gestão ambiental. As pesquisadoras Dra. Elizabeth Matos Ribeiro (NPGA) e Dra. Denise Ribeiro (MPA/NPGA), integram essa rede.
 
Share